Receba nosso FEED gratuitamente em seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Guilherme d’Oliveira Martins é um dos onze membros do Conselho Filatélico. O jurista e administrador da Fundação Gulbenkian explica a importância do mundo da filatelia.

(Guilherme d’Oliveira Martins – foto de Gustavo Bom /Global Imagens)

Como funciona o Conselho Filatélico?

O Conselho Filatélico reúne-se duas vezes por ano. É diversificado na sua formação para garantir uma boa complementaridade. Tem pessoas como o professor Carlos Fiolhais, o professor Nuno Crato ou o professor Henrique Leitão, entre outros. É um grupo que funciona muito bem. O papel fundamental do Conselho Filatélico é avaliar as emissões em relação quer a efemérides quer a iniciativas importantes a que Portugal esteja associado, e nessa ponderação cada um dos especialistas vai dar a sua sensibilidade. A produção filatélica em Portugal é muito rica, especialmente se compararmos com os melhores do mundo em relação quer à qualidade quer à diversidade. Hoje, o selo tem um valor em si, patrimonial, porque há muitos colecionadores que adquirem selos e as publicações associadas. O conselho avalia também as publicações dos CTT.

O que nasce primeiro, o selo ou o livro?

São as emissões, mas muitas vezes os livros quando são publicados reúnem várias emissões.

O Conselho Filatélico tem alguma preocupação com as futuras gerações?

Sim. Todos os anos há uma publicação para crianças e jovens que tem uma saqueta com vários selos para incentivar a criança ou o jovem a colecionar. Pode colar e há uma aprendizagem relativamente à colagem e à preservação do selo. De algum modo, aqui estamos a incentivar ao colecionismo.

Há quantos anos está no Conselho Filatélico?

Há quatro ou cinco anos.

Estamos aqui a falar de memória. Há uma preocupação em assinalar efemérides mas também trazer temas novos? O mundo contemporâneo também passa pelos selos…

Sim, sim. Essa ideia é particularmente importante. Numa outra qualidade sou o coordenador nacional do Ano Europeu do Patrimônio Cultural e uma das preocupações que tivemos no Conselho Filatélico foi associar a filatelia à noção de patrimônio, uma noção dinâmica. Se falarmos à comum das pessoas, patrimônio parece uma coisa do passado, mas não é. Não é apenas enterrar os bens que recebemos, eles têm sempre uma atualidade. Os selos têm um papel fundamental porque são elementos patrimoniais muito importantes e permitem não só chegarmos à noção de patrimônio mas perceber o que é o patrimônio. Voltando à iniciativa para as crianças e os jovens, é um exercício de patrimônio que está ali a ser feito.

É colecionador?

Sou… o meu pai era colecionador, tinha uma grande coleção, sobretudo de selos nacionais, selos históricos dos anos 1950, 1960 e 1970. Hoje a minha preocupação é partilhar. Por isso ofereci o essencial da minha biblioteca à Biblioteca de Loulé … Os meus selos estão com um dos meus filhos.

Ainda envia carta com selos?

Sim, mando cartas e cartões, gosto muito. Mas temos de tomar consciência de que cada vez menos se utiliza, é a realidade.

E quando começam a olhar para 2019?

Já está! 2018 já é passado. Já estamos a pensar em 2020 e nos anos seguintes.

(FONTE: https://www.dn.pt/artes/interior/filatelia-e-patrimonio-cultural-9016737.html, publicado em 31 DE DEZEMBRO DE 2017)

Diversos artigos assinados por especialistas que refletem sobre a filatelia temática, suas regras e elementos. Estes trabalhos foram publicados em revistas e outras fontes especializadas. Sua republicação aqui no Portal do Filatelista Temático é feita com a indicação dos devidos créditos que são nominados em cada postagem.

Vejamos alguns colaboradores deste Blog:

Luiz Paulo Rodrigues Cunha, de saudosa memória, um amigo ímpar e um filatelista temático respeitável, proprietário das coleções: MAN UNDER WATER, Topical Philately e SUN, SEA, SURF AND SAND – THE DISCOVERY OF THE BEACH.

José Ángel Gándara Rodriguez, um ativo expositor espanhol, profundo conhecedor do regulamento filatélico temático e proprietário da coleção: COLÓN RUMBO A LAS INDIAS.

×
Diversos artigos assinados por especialistas que refletem sobre a filatelia temática, suas regras e elementos. Estes trabalhos foram publicados em revistas e outras fontes especializadas. Sua republicação aqui no Portal do Filatelista Temático é feita com a indicação dos devidos créditos que são nominados em cada postagem.
Esse artigo foi útil?

Obrigado Seu feedback ajuda-nos a melhor os serviços do Portal do Filatelista Temático!


Like
Like Love Haha Wow Sad Angry

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

avatar
  Subscribe  
Notify of