Receba nosso FEED gratuitamente em seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

 

A inflação alemã teve um início discreto nos idos de 1914, quando movia-se a uma vagarosa taxa inflacional que variava de um a dois por cento.
Por ocasião da Primeira Grande Guerra Mundial (28 de julho de 1914 – 11 de novembro de 1918), o Reichsbank, isto é, o Banco Central Alemão, ofereceu assistência ao governo central da República de Weimar no sentido de financiar os esforços de guerra. Como impostos são sempre impopulares em toda parte, o governo alemão preferiu seguir tomando por empréstimo as quantias necessárias para financiar a máquina pública e a guerra ao invés de aumentar substancialmente seus impostos. Nesse momento o Reichsbank, passou a comprar a esmagadora maioria dos títulos do Tesouro alemão.

(Franquia Mecânica: Banco Alemão)

Na prática, um percentual crescente da dívida pública foi parar nos cofres de seu Banco Central, e consequentemente um montante equivalente de papel-moeda, impresso desmedidamente sem qualquer lastro, acabou como dinheiro vivo em posse da população alemã (excesso de meio circulante). Ou seja, de fato, o Banco Central foi monetizando vertiginosamente a dívida pública.

Ao final da Guerra, a quantidade de dinheiro em circulação havia quadruplicado e os preços haviam subido 140 por cento em média. Não podemos entretanto esquecer que rigorosas obrigações foram impostas a Alemanha pelo Tratado de Versalhes, em função de sua derrota no conflito mundial, com consequente agravamento da situação.
Assim, cinco anos depois, em dezembro de 1923, o Reichsbank já havia emitido a astronômica quantidade de 496,5 quintilhões de marcos, fazendo com que cada cédula valesse um trilionésimo do que valia em ouro no ano 1914, ou seja, no início do conflito.
Como consequência, todos os bens ou serviços, inclusive os de natureza postal, passaram a custar trilhões de marcos.
Entre janeiro de 1922 e dezembro de 1923 a taxa acumulada de inflação ascendeu a impressionante marca de um bilhão por cento. Em outubro de 1923 o aumento de preços chegou ao ápice, atingindo a taxa de 29,5 mil por cento ao mês, o que significava 20,9 por cento ao dia.
Para que se tenha uma ideia palpável destes números, meu caro leitor, em 1918, a taxa de câmbio era de 5,21 marcos para o dólar americano, enquanto em dezembro de 1923, a moeda americana valia 4,2 trilhões de marcos (4.200.000.000.000 M).
Na seara postal 
não foi diferente, cabe informar que antes de 1921, as tarifas postais para cartas com peso abaixo de 20g eram de 40 Pfennig para correio doméstico e de 80 Pfennig para correio destinado ao exterior. No final de 1923, estas mesmas tarifas tiveram que subir para 50 bilhões de marcos e 300 bilhões de marcos, respectivamente.

No auge da inflação, notas bancárias com valor facial facial de 100 trilhões de marcos estavam em circulação, enquanto selos postais foram emitidos com valor facial de 50 até bilhões de marcos (50.000.000.000 – maior valor facial do período).

Começando em agosto e prosseguindo até outubro de 1923, o serviço postal alemão começou a aplicar sobrecargas, como vemos nas imagens disponíveis nesta postagem, para aproveitar os estoques existentes de selos de menor valor nominal. As revalorizações variaram, considerando a época, de 5.000 marcos a 50.000.000.000 de marcos.
A tabela da taxa postal de 1923, para cartas nacionais / estrangeiras abaixo de 20 gramas, é mostrada na sequência. Note-se que em outubro de 1923, 2.000.000 de marcas não eram suficientes para enviar uma única carta doméstica, desta feita, a maioria dos selos revalorizados, mostrados nas imagens acima, já eram inúteis para uso postal.

Tarifas postais para cartas com até 20 gramas no ano de 1923

Data Cartas nacionais Cartas para o exterior
15/01/1923 20 Marcos 150 Marcos
01/03/1923
40 Marcos 300 Marcos
01/07/1923 120 Marcos 800 Marcos
01/08/1923 400 Marcos 3,000 Marcos
24/08/1923 8,000 Marcos 60,000 Marcos
01/09/1923 30,000 Marcos 200,000 Marcos
20/09/1923 100,000 Marcos 750,000 Marcos
01/10/1923 800,000 Marcos 6,000,000 Marcos
10/10/1923 2,000,000 Marcos 15,000,000 Marcos
20/10/1923 4,000,000 Marcos 30,000,000 Marcos
01/10/1923 40,000,000 Marcos 200,000,000 Marcos
05/10/1923 500,000,000 Marcos 4,000,000,000 Marcos
12/11/1923 5,000,000,000 Marcos 40,000,000,000 Marcos
20/11/1923 10,000,000,000 Marcos 80,000,000,000 Marcos
26/11/1923 40,000,000,000 Marcos 320,000,000,000 Marcos
12/12/1923 50,000,000,000 Marcos 300,000,000,000 Marcos

Conhecendo o autor:
Mantenedor do Portal do Filatelista Temático
CARLOS DALMIRO SILVA SOARES é atuante filatelista temático (hobby pelo qual é apaixonado desde a infância), jurado FEBRAF, palestrante filatélico, bem como, coordenador da comissão para juventude da Federação Brasileira de Filatelia (FEBRAF), representando o país nas correlatas existentes na FIAF e na FIP. Coleciona os seguintes temas: petróleo, energia nuclear, terremoto, Lenim, Centauros e Orixás.

All rights reserved.

In case of using any material, a reference to "Topical Philately" is mandatory!

The stamp designs themselves are properties of the respective countries' postal agencies, as well as, all other trademarks and copyrights on this page are property of their respective owners.

Topical Philately é uma página não comercial e não oficial de divulgação da Filatelia Temática. É uma página aberta à filatelia no mundo. Este espaço também é seu. Colabore.


Topical Philately is a non commercial and non official home page to publish the Topical Philately. It is an international home page opened to the philately. This coin is also yours. We expect your collaboration.


Topical Philately est une page non commerciale et non officielle pour montrer la philatélie thématique. Elle est aussi une page ouverte à la philatélie internationale. Cet espace est aussi à vous. Nous attendons votre collaboration.

(c) Home page da Topical Philately – Divulgado na Rede a partir 01/VIII/2008.

(c) Petroleum: The Black Gold – Divulgado na Rede a partir 05/X/1996

(c) Nuclear Energy – Divulgado na Rede a partir 05/X/2007

(c) Earthquake – Divulgado na Rede a partir 21/IX/2009

(c) For Teacher  – Divulgado na Rede a partir 04/I/2011

(c) Bee – Divulgado na Rede a partir 22/IV/2012

(c) Lenin – Divulgado na Rede a partir 06/VI/2012

(c) Centauro – Divulgado na Rede a partir 17/IV/2013

(c) Filatelia Juvenil – Divulgado na Rede a partir 21/II/2014

(c) Matriusca – Divulgado na Rede a partir 08/IX/2015

Jan 1, 1970
>> Leia mais no Portal do Filatelista Temático <<
Jan 1, 1970
>> Leia mais no Portal do Filatelista Temático <<
Jan 1, 1970
>> Leia mais no Portal do Filatelista Temático <<
×
Mantenedor do Portal do Filatelista Temático
CARLOS DALMIRO SILVA SOARES é atuante filatelista temático (hobby pelo qual é apaixonado desde a infância), jurado FEBRAF, palestrante filatélico, bem como, coordenador da comissão para juventude da Federação Brasileira de Filatelia (FEBRAF), representando o país nas correlatas existentes na FIAF e na FIP. Coleciona os seguintes temas: petróleo, energia nuclear, terremoto, Lenim, Centauros e Orixás.
Esse artigo foi útil?

Obrigado Seu feedback ajuda-nos a melhor os serviços do Portal do Filatelista Temático!