Receba nosso FEED gratuitamente em seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

 

Antes mesmo de ser presidente, Donald Trump já protagonizava episódios de grande constrangimento internacional e total desconhecimento acerca do planeta em que vive. Afirmava que o aquecimento global  era coisa de comunista, ou da China. Assim, o atual mandatário americano, demonstrava elevado desconhecimento em matéria de geopolítica, já que a China é o país mais poluidor do mundo, figurando depois apenas dos EUA.

Na mesma linha, o futuro governo brasileiro segue este mesmo raciocínio rasteiro. O futuro chanceler brasileiro acredita, num devaneio que nos coloca ao tempo da guerra fria, que a mudança climática é um dogma científico influenciado por uma cultura marxista que quer atrapalhar o ocidente e favorecer a China.

Em artigo de sua lavra publicado no Blog Metapolítica 17 Ernesto Fraga Araújo, futuro chanceler, lemos:

“Esse dogma vem servindo para justificar o aumento do poder regulador dos Estados sobre a economia e o poder das instituições internacionais sobre os Estados nacionais e suas populações, bem como para sufocar o crescimento econômico nos países capitalistas democráticos e favorecer o crescimento da China.”

Cabe entretanto relembramos que envolvendo o planeta Terra, há uma camada de gases que chamamos de atmosfera.

Os raios solares a atravessam, aquecendo a superfície terrestre que, quando aquecida, libera calor. Uma parte desse calor é absorvida pela atmosfera e a outra parte se perde no espaço.

Quando a atmosfera absorve esse calor, ela não deixa que a Terra esfrie muito e mantém a superfície terrestre aquecida possibilitando a nossa vida na Terra.

Caso isso não ocorresse, a Terra seria muito fria e seria impossível habitar este planeta. Isso é o que chamamos de efeito estufa, um processo natural.

As queimadas em matas e florestas, as indústrias, fábricas e motores a gasolina e diesel emitem vários gases, dentre eles o CO2 (dióxido de carbono). Esses gases chegam à atmosfera e formam uma camada impedindo que grande parte do calor que está dentro da Terra saia. O que ocorre, como dano colateral, vem sendo um aumento inegável na temperatura da superfície terrestre, o chamado aquecimento global (réchauffement climatique – global warming), fenômeno verificado nos últimos 150 anos.

De acordo com os cientistas do Painel Intergovernamental em Mudança do Clima (IPCC), da Organização das Nações Unidas (ONU), o século XX foi o mais quente dos últimos cinco séculos com aumento de temperatura média entre 0,3°C e 0,6°C. Esse aumento parece insignificante, mas é suficiente para produzir diversas estragos.

Como consequência desse aumento na temperatura da Terra, podemos ver:
✅ o derretimento das calotas polares, provocando um aumento no nível dos oceanos;
✅ a diminuição da umidade do ar podendo provocar desertificação em algumas regiões;
✅ o aumento de furacões, tufões e tornados e de intensas ondas de calor;
✅ a diminuição da população de abelhas e de diversos outros animais.

Para que o efeito estufa não se torne um problema de fantásticas proporções é necessário que a sociedade global diminua a poluição do ar. Para tanto faz-se necessário:
✅ plantar mais árvores;
✅ evitar queimadas;
✅ reciclar o lixo;
✅ usar a energia solar e a energia eólica (vento) para produzir energia elétrica;
✅ usar mais transportes públicos;
✅ colocar filtros nas chaminés das indústrias e fábricas;
✅ diminuir a emissão de CO2 realizada pelos meios de transporte, bem como,
✅ conscientizar a população mundial sobre o aquecimento global.

Logo, como podemos ver, em rápidas pinceladas, as ideias de Donald Trump e do futuro chanceler brasileiro não procedem!

Negar o aquecimento global, em nosso modo de ver, é:
✅ fechar os olhos para a realidade de nossa vida aqui na Terra,
✅ defender tacitamente medidas que atentam contra o meio ambiente, bem como,
✅ negar peremptoriamente a necessidade de aplicação dos tratados internacionais firmados, em favor do meio ambiente, nos últimos anos. Em resumo uma sandice sem precedentes, que inviabilizará nosso vida.

Conhecendo o autor:
Mantenedor do Portal do Filatelista Temático
CARLOS DALMIRO SILVA SOARES é atuante filatelista temático (hobby pelo qual é apaixonado desde a infância), jurado FEBRAF, palestrante filatélico, bem como, coordenador da comissão para juventude da Federação Brasileira de Filatelia (FEBRAF), representando o país nas correlatas existentes na FIAF e na FIP. Coleciona os seguintes temas: petróleo, energia nuclear, terremoto, Lenim, Centauros e Orixás.

All rights reserved.

In case of using any material, a reference to "Topical Philately" is mandatory!

The stamp designs themselves are properties of the respective countries' postal agencies, as well as, all other trademarks and copyrights on this page are property of their respective owners.

Topical Philately é uma página não comercial e não oficial de divulgação da Filatelia Temática. É uma página aberta à filatelia no mundo. Este espaço também é seu. Colabore.


Topical Philately is a non commercial and non official home page to publish the Topical Philately. It is an international home page opened to the philately. This coin is also yours. We expect your collaboration.


Topical Philately est une page non commerciale et non officielle pour montrer la philatélie thématique. Elle est aussi une page ouverte à la philatélie internationale. Cet espace est aussi à vous. Nous attendons votre collaboration.

(c) Home page da Topical Philately – Divulgado na Rede a partir 01/VIII/2008.

(c) Petroleum: The Black Gold – Divulgado na Rede a partir 05/X/1996

(c) Nuclear Energy – Divulgado na Rede a partir 05/X/2007

(c) Earthquake – Divulgado na Rede a partir 21/IX/2009

(c) For Teacher  – Divulgado na Rede a partir 04/I/2011

(c) Bee – Divulgado na Rede a partir 22/IV/2012

(c) Lenin – Divulgado na Rede a partir 06/VI/2012

(c) Centauro – Divulgado na Rede a partir 17/IV/2013

(c) Filatelia Juvenil – Divulgado na Rede a partir 21/II/2014

(c) Matriusca – Divulgado na Rede a partir 08/IX/2015

Jan 1, 1970
>> Leia mais no Portal do Filatelista Temático <<
Jan 1, 1970
>> Leia mais no Portal do Filatelista Temático <<
Jan 1, 1970
>> Leia mais no Portal do Filatelista Temático <<
×
Mantenedor do Portal do Filatelista Temático
CARLOS DALMIRO SILVA SOARES é atuante filatelista temático (hobby pelo qual é apaixonado desde a infância), jurado FEBRAF, palestrante filatélico, bem como, coordenador da comissão para juventude da Federação Brasileira de Filatelia (FEBRAF), representando o país nas correlatas existentes na FIAF e na FIP. Coleciona os seguintes temas: petróleo, energia nuclear, terremoto, Lenim, Centauros e Orixás.
Esse artigo foi útil?

Obrigado Seu feedback ajuda-nos a melhor os serviços do Portal do Filatelista Temático!