Receba nosso FEED gratuitamente em seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

 

A privatização dos Correios volta, lamentavelmente, a ordem do dia.
A ideia do atual (des)governo rumo a privatização assenta-se na falácia de modernizar a gestão da estatal. Segundo “estudos” a cessão da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos à iniciativa privada daria mais liberdade a mesma para se moldar às necessidades do mercado dos dias atuais, especialmente para lidar com o crescimento do comércio eletrônico.
Os Correios, por sua vez, não se mostraram muito satisfeitos com a ideia de privatização irrestrita e por meio de um comunicado publicado em seu blog, registraram:

“A privatização pura e simples do correio brasileiro será uma perda tanto para o país quanto para a sociedade”.

Afirmativa com a qual concordamos integralmente.
Com 356 anos de existência, a ECT é uma empresa pública vinculada ao Ministério das Comunicações, Ciência, Tecnologia e Inovação. Após prejuízos registrados entre 2013 e 2016, amplamente divulgados pela mídia, a estatal registrou lucro de R$ 161 milhões em 2018 e de R$ 667,3 milhões em 2017.
A recuperação financeira, não ocorreu por acaso, mas após lançamento de ações por parte da empresa como renegociação de dívidas, revisão de contratos, redução de custos, mudanças na rede de atendimento, correção das tarifas e cobrança de novas taxas.
Assim fica a pergunta: porque privatizar o que dá lucro?
Caso lancemos mão dos exemplos que podemos ver no cenário mundial, a conclusão não é outra. Inicialmente o Brasil não é o único país do mundo a explorar os serviços postais, em moldes públicos, muito pelo contrario, vez que EUA, Austrália, China, Canadá e Rússia, por exemplo, seguem  o mesmo modelo.
Em países, como a Alemanha por exemplo, o governo, por sua ver, preferiu abrir apenas parcialmente o capital da DHL, uma divisão da Deutsche Post (setor de logística internacional e correio expresso), mas sem perder o controle da empresa. Como resultado a DHL é hoje uma das maiores companhias globais de logística.
Por outro lado, temos os exemplos negativos de privatização obrados em Portugal e, em especial, na Argentina. Neste último país, por exemplo, a cessão total à iniciativa privada piorou sensivelmente os serviços ao ponto de que a empresa precisou ser reestatizada.
Privatizar os correios, no nosso entender, é mais uma balela irresponsável do atual desgoverno, que segue em ritmo de campanha e sem projetos edificantes para o país!

Conhecendo o autor:
Mantenedor do Portal do Filatelista Temático
CARLOS DALMIRO SILVA SOARES é atuante filatelista temático (hobby que desenvolve desde a infância), jornalista filatélico, jurado FEBRAF, palestrante filatélico, bem como, coordenador da comissão para juventude da Federação Brasileira de Filatelia (FEBRAF), representando o país nas correlatas existentes na FIAF e na FIP. Coleciona os seguintes temas: petróleo, energia nuclear, terremoto, Lenim, Centauros e Orixás.

All rights reserved.

In case of using any material, a reference to "Topical Philately" is mandatory!

The stamp designs themselves are properties of the respective countries' postal agencies, as well as, all other trademarks and copyrights on this page are property of their respective owners.

Topical Philately é uma página não comercial e não oficial de divulgação da Filatelia Temática. É uma página aberta à filatelia no mundo. Este espaço também é seu. Colabore.


Topical Philately is a non commercial and non official home page to publish the Topical Philately. It is an international home page opened to the philately. This coin is also yours. We expect your collaboration.


Topical Philately est une page non commerciale et non officielle pour montrer la philatélie thématique. Elle est aussi une page ouverte à la philatélie internationale. Cet espace est aussi à vous. Nous attendons votre collaboration.

(c) Home page da Topical Philately – Divulgado na Rede a partir 01/VIII/2008.

(c) Petroleum: The Black Gold – Divulgado na Rede a partir 05/X/1996

(c) Nuclear Energy – Divulgado na Rede a partir 05/X/2007

(c) Earthquake – Divulgado na Rede a partir 21/IX/2009

(c) For Teacher  – Divulgado na Rede a partir 04/I/2011

(c) Bee – Divulgado na Rede a partir 22/IV/2012

(c) Lenin – Divulgado na Rede a partir 06/VI/2012

(c) Centauro – Divulgado na Rede a partir 17/IV/2013

(c) Filatelia Juvenil – Divulgado na Rede a partir 21/II/2014

(c) Matriusca – Divulgado na Rede a partir 08/IX/2015

Jul 23, 2019
>> Leia mais no Portal do Filatelista Temático <<
Jul 23, 2019
>> Leia mais no Portal do Filatelista Temático <<
Jul 22, 2019
>> Leia mais no Portal do Filatelista Temático <<
×
Mantenedor do Portal do Filatelista Temático
CARLOS DALMIRO SILVA SOARES é atuante filatelista temático (hobby que desenvolve desde a infância), jornalista filatélico, jurado FEBRAF, palestrante filatélico, bem como, coordenador da comissão para juventude da Federação Brasileira de Filatelia (FEBRAF), representando o país nas correlatas existentes na FIAF e na FIP. Coleciona os seguintes temas: petróleo, energia nuclear, terremoto, Lenim, Centauros e Orixás.

Esse artigo foi útil?

Obrigado Seu feedback ajuda-nos a melhor os serviços do Portal do Filatelista Temático!