Receba nosso FEED gratuitamente em seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

 

Em geral, um selo novo com marca de charneira tem valor menor do que sem marca de charneira, embora muitos filatelistas não levem em consideração este fato, principalmente em relação a selos antigos. Para evitar o uso das charneiras nos álbuns ou folhas de montagem, é utilizada uma proteção de plástico chamada, comumente, de hawid (o nome de uma marca), que são pares de tiras formando uma pequena bolsa. Pelo menos uma das tiras é transparente; a outra tira pode ser preta ou transparente. Inicialmente o hawid é cortado ligeiramente maior do que o selo. Pode-se colocar o selo dentro do hawid antes de cortá-lo, para se ter uma ideia exata das suas dimensões. Para o corte devemos apoiar o hawid sobre uma superfície tipo papelão e, apoiando em uma régua (de vidro ou plástico), utilizar uma faca de escritório (estilete). Não devem ser usadas tesouras, pois o corte ficará irregular, por certo. Alguns fabricantes produzem uma pequena guilhotina especial para hawid, lembrando uma guilhotina para fotografia (o que, aliás, também pode ser usado).

O hawid é colado diretamente no álbum. Com o hawid o selo fica protegido e sem marca de charneira. Além disso, quando houver necessidade de trocar o selo, por exemplo, um carimbado por um não carimbado, podemos fazê-lo com a maior facilidade, não se arriscando a danificar o selo. As charneiras estão assim caindo em desuso. O Hawid está merecendo a preferência dos filatelistas, por conservar melhor o selo e tornar a coleção mais estética.

No Brasil é fabricada é um produto similar, de excelente qualidade, com o nome de Maximaphil.

Conhecendo o autor:
Mantenedor do Portal do Filatelista Temático
CARLOS DALMIRO SILVA SOARES é atuante filatelista temático (hobby que desenvolve desde a infância), jornalista filatélico, jurado FEBRAF, palestrante filatélico, bem como, coordenador da comissão para juventude da Federação Brasileira de Filatelia (FEBRAF), representando o país nas correlatas existentes na FIAF e na FIP. Coleciona os seguintes temas: petróleo, energia nuclear, terremoto, Lenim, Centauros e Orixás.

All rights reserved.

In case of using any material, a reference to "Topical Philately" is mandatory!

The stamp designs themselves are properties of the respective countries' postal agencies, as well as, all other trademarks and copyrights on this page are property of their respective owners.

Topical Philately é uma página não comercial e não oficial de divulgação da Filatelia Temática. É uma página aberta à filatelia no mundo. Este espaço também é seu. Colabore.


Topical Philately is a non commercial and non official home page to publish the Topical Philately. It is an international home page opened to the philately. This coin is also yours. We expect your collaboration.


Topical Philately est une page non commerciale et non officielle pour montrer la philatélie thématique. Elle est aussi une page ouverte à la philatélie internationale. Cet espace est aussi à vous. Nous attendons votre collaboration.

(c) Home page da Topical Philately – Divulgado na Rede a partir 01/VIII/2008.

(c) Petroleum: The Black Gold – Divulgado na Rede a partir 05/X/1996

(c) Nuclear Energy – Divulgado na Rede a partir 05/X/2007

(c) Earthquake – Divulgado na Rede a partir 21/IX/2009

(c) For Teacher  – Divulgado na Rede a partir 04/I/2011

(c) Bee – Divulgado na Rede a partir 22/IV/2012

(c) Lenin – Divulgado na Rede a partir 06/VI/2012

(c) Centauro – Divulgado na Rede a partir 17/IV/2013

(c) Filatelia Juvenil – Divulgado na Rede a partir 21/II/2014

(c) Matriusca – Divulgado na Rede a partir 08/IX/2015

Jun 19, 2019
>> Leia mais no Portal do Filatelista Temático <<
Jun 19, 2019
>> Leia mais no Portal do Filatelista Temático <<
Jun 18, 2019
>> Leia mais no Portal do Filatelista Temático <<
×
Mantenedor do Portal do Filatelista Temático
CARLOS DALMIRO SILVA SOARES é atuante filatelista temático (hobby que desenvolve desde a infância), jornalista filatélico, jurado FEBRAF, palestrante filatélico, bem como, coordenador da comissão para juventude da Federação Brasileira de Filatelia (FEBRAF), representando o país nas correlatas existentes na FIAF e na FIP. Coleciona os seguintes temas: petróleo, energia nuclear, terremoto, Lenim, Centauros e Orixás.

Esse artigo foi útil?

Obrigado Seu feedback ajuda-nos a melhor os serviços do Portal do Filatelista Temático!