Receba nosso FEED gratuitamente em seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

 

As máquinas de costura (Machine à coudre), que conhecemos hoje em dia, tiveram início no ano de 1830, através de um alfaiate francês chamado Barthélemy Thimonnier (19 de agosto de 1793 em L’Arbresle, Rhône – 5 de julho de 1857 em Amplepuis).

(Flâmula)

Eram acionadas à mão, mas já eram uma ajuda significativa para quem costurava na ápoca.
A máquina continha uma agulha de ponta dupla e através de uma roda movida por uma alavanca, era posta para funcionar.

(Ensaio a lápis – assinado por Cottet)

Um dos primeiros clientes a usarem o invento foi o exército. Rapidamente eram confeccionados uniformes e demais itens. A iniciativa deste alfaiate foi tão útil, que possibilitou um aumento de seus negócios, mas também despertou a inveja de seus colegas. Por sentirem-se prejudicados pela novidade, puseram fogo em sua fábrica e ele quase foi linchado por causa de seu sucesso.
O alfaiate teve de fugir para a Inglaterra e tentou oferecer os serviços de sua máquina e vendê-la ao exército americano, mas sem resultados. Regressou ao seu país pobre, mas mesmo com tantas dificuldades enfrentadas desde que realizou este importante feito, Thimonnier não desistiu, pelo contrário, deu início então à melhorias no seu invento.
Um deles levou a máquina de costura a fazer 200 pontos por minuto. Muitos outros inventores chegaram a fazer o mesmo. O americano chamado Walter Hunt, quase na mesma época de Thimmonnier, também desenhou uma máquina para pespontar, mas como faltava dinheiro para investir, esta não chegou a ser comercializada. Então, em 1846, Elias Howe realmente pôs para frente o projeto da máquina de costura.
Ele patenteou um modelo de lançadeira que era sincronizada com agulha.

E assim, muitos começaram a introduzir cada vez mais modernidades à este invento considerado essencial hoje à qualquer profissional da costura e que passou a dominar o mercado mundial.

(Flâmula)

É impossível realizar trabalhos com roupas sem uma máquina de costura.

(Inteiro Postal)

Daí foram surgindo também outros tipos de máquinas para cada trabalho específico que antes eram feitos somente à mão, como os bordados.

(Franquia Mecânica)

Há máquinas de bordar que realizam um trabalho com perfeição e rapidez, criando lindas e detalhadas peças.

(Franquia Mecânica)

Cada máquina específica possibilita ao profissional criar, seja em casa, seja em uma indústria ou atelier lindos trabalhos com roupas, de forma sofisticada e em grande escala.

(Inteiro Postal – PUBLIBEL)

Podemos afirmar com absoluta certeza, que a máquina de costura é um dos melhores inventos que podemos ter hoje.

(Franquia Mecânica)

Na sequência, antes de concluir esta postagem, segue um vídeo produzido pelo Museu do Correio Francês acerca deste a invento e da homenagem postal a seu inventor:

Conhecendo o autor:
Mantenedor do Portal do Filatelista Temático
CARLOS DALMIRO SILVA SOARES é atuante filatelista temático (hobby pelo qual é apaixonado desde a infância), jurado FEBRAF, palestrante filatélico, bem como, coordenador da comissão para juventude da Federação Brasileira de Filatelia (FEBRAF), representando o país nas correlatas existentes na FIAF e na FIP. Coleciona os seguintes temas: petróleo, energia nuclear, terremoto, Lenim, Centauros e Orixás.

All rights reserved.

In case of using any material, a reference to "Topical Philately" is mandatory!

The stamp designs themselves are properties of the respective countries' postal agencies, as well as, all other trademarks and copyrights on this page are property of their respective owners.

Topical Philately é uma página não comercial e não oficial de divulgação da Filatelia Temática. É uma página aberta à filatelia no mundo. Este espaço também é seu. Colabore.


Topical Philately is a non commercial and non official home page to publish the Topical Philately. It is an international home page opened to the philately. This coin is also yours. We expect your collaboration.


Topical Philately est une page non commerciale et non officielle pour montrer la philatélie thématique. Elle est aussi une page ouverte à la philatélie internationale. Cet espace est aussi à vous. Nous attendons votre collaboration.

(c) Home page da Topical Philately – Divulgado na Rede a partir 01/VIII/2008.

(c) Petroleum: The Black Gold – Divulgado na Rede a partir 05/X/1996

(c) Nuclear Energy – Divulgado na Rede a partir 05/X/2007

(c) Earthquake – Divulgado na Rede a partir 21/IX/2009

(c) For Teacher  – Divulgado na Rede a partir 04/I/2011

(c) Bee – Divulgado na Rede a partir 22/IV/2012

(c) Lenin – Divulgado na Rede a partir 06/VI/2012

(c) Centauro – Divulgado na Rede a partir 17/IV/2013

(c) Filatelia Juvenil – Divulgado na Rede a partir 21/II/2014

(c) Matriusca – Divulgado na Rede a partir 08/IX/2015

Jan 1, 1970
>> Leia mais no Portal do Filatelista Temático <<
Jan 1, 1970
>> Leia mais no Portal do Filatelista Temático <<
Jan 1, 1970
>> Leia mais no Portal do Filatelista Temático <<
×
Mantenedor do Portal do Filatelista Temático
CARLOS DALMIRO SILVA SOARES é atuante filatelista temático (hobby pelo qual é apaixonado desde a infância), jurado FEBRAF, palestrante filatélico, bem como, coordenador da comissão para juventude da Federação Brasileira de Filatelia (FEBRAF), representando o país nas correlatas existentes na FIAF e na FIP. Coleciona os seguintes temas: petróleo, energia nuclear, terremoto, Lenim, Centauros e Orixás.
Esse artigo foi útil?

Obrigado Seu feedback ajuda-nos a melhor os serviços do Portal do Filatelista Temático!