Receba nosso FEED gratuitamente em seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

 

Calcografia é um vocábulo formado pelos junção do termo grego khalkós, que significa «cobre», com gráphein, que significa «gravar». O mesmo designa uma técnica de gravura por transferência, mundialmente denominada INTAGLIO, que consiste na arte de gravar em metal. Esta técnica se dá através de vários processos, sendo o mais antigo deles a gravura a buril ou talho-doce, em que a gravação é feita diretamente no metal com um instrumento ou ferramenta chamado buril.

(Calcografia)

Essa ferramenta de aço com ponta cortante, um tipo de ponteira, pode ter formatos, tamanhos e espessuras variadas, permitindo diversos tipos de corte, desde os mais profundos até aqueles mais suaves e superficiais.

(Buril)

Essa variedade do instrumental e traços, aliada aos estilos dos artistas e à pressão que estes exercem na ferramenta quando executam as incisões, permite resultados muito delicados e expressivos, proporcionando texturas e sombreados diferenciados. A gravação a buril é muito delicada e demanda grande habilidade por parte do gravador. Geralmente os traços devem ser executados em uma mesma direção. O buril deve ser retirado da chapa quando se quer mudar a direção dos mesmos e, para traçar linhas curvas, é necessário que a placa seja colocada sobre um pedaço de tecido ou couro, de modo a ser possível mudar a direção da chapa, mantendo o buril sobre ela. Caso contrário, dificilmente o gravador tem controle das linhas curvas, perdendo a direção iniciada pelo primeiro corte. A precisão do traço é básica nesse processo de gravação, daí seu uso na fabricação de selos postais, notas e documentos bancários.

Nos processos de gravação em metal, a primeira tarefa que deve ser levada a efeito é a limpeza da chapa, removendo oxidações e demais imperfeições da mesma. As ferramentas devem estar perfeitamente polidas e com bom corte. Pode-se fazer o esboço do desenho que será gravado com papel carbono ou por outro método qualquer. Depois de feita a incisão na peça, a rebarba deixada por cada traço deve ser removida. Para isso se usa um raspador. Quando toda a gravação está completa, a chapa pode ser entintada e impressa. As imagens abaixo apresentam o preparo do buril e a gravação de uma chapa de metal por meio desse instrumento.

A Calcografia ou gravura em metal como é mais conhecida popularmente, em outras palavras, como se pode notar por esta descrição, é uma técnica de impressão de imagem, feita através do processo de transferência tendo uma chapa de metal como matriz.

Esta técnica surgiu nos ateliês de ourivesaria e de armaduras, no decorrer do século XV, onde era usual imprimir-se os desenhos das joias e brasões em papel para melhor visualização das imagens e ornamentação das peças.

(Carimbo Comemorativo)

A técnica de calcografia é muito antiga e existem obras datadas desde 1500, na Renascença. Mas somente à partir do século XV, é que esta técnica começou a ser utilizada como um meio de impressão na indústria gráfica, como os jornais, principalmente pela necessidade da impressão de imagens. Revolucionando por completo a história da imprensa e da publicação de livros e periódicos.
No século XVIII a calcografia, favoreceu um novo estilo da escrita. A técnica de se entalhar os caracteres no metal determinou mudanças significativas no desenho da forma. Com essa nova possibilidade, os artesãos puderam desenhar hastes e serifas muito finas, criando contrastes de traço notáveis e novas tipografias inovadoras. As tipografias Bodoni, Didot, Waldbaum seguem essa linha e foram favorecidos também por avanços quanto à qualidade do papel e da tinta, utilizados na impressão dos caracteres.

A calcografia é uma técnica que está diretamente interligada com a história da ilustração e da tipografia, nasceu da necessidade de produzir impressões ricas em detalhes, como já falamos anteriormente, tanto de traçado como de tonalidades. E esta técnica resolveu esta necessidade, porque a profundidade das ranhuras feitas nas placas de metal, que conservam a tinta, determinam a quantidade desta (tinta) que será transferida e por sua vez, a grossura e a intensidade das tonalidades.
Na sequência segue um interessante texto que fala sobre esta arte de gravação em metal com o buril:

Arte_de_gravacao_de_selo

Publicamos ainda, antes de concluir esta postagem, uma entrevista com o gravador de selos postais Louis Boursier. Trata-se de um trabalho de Lola Palmier,  jornalista da “l’Académie du Monde” publicado em junho de 2014. Eis:

Conhecendo o autor:
Mantenedor do Portal do Filatelista Temático
CARLOS DALMIRO SILVA SOARES é atuante filatelista temático (hobby que desenvolve desde a infância), jornalista filatélico, jurado FEBRAF, palestrante filatélico, bem como, coordenador da comissão para juventude da Federação Brasileira de Filatelia (FEBRAF), representando o país nas correlatas existentes na FIAF e na FIP. Coleciona os seguintes temas: petróleo, energia nuclear, terremoto, Lenim, Centauros e Orixás.

All rights reserved.

In case of using any material, a reference to "Topical Philately" is mandatory!

The stamp designs themselves are properties of the respective countries' postal agencies, as well as, all other trademarks and copyrights on this page are property of their respective owners.

Topical Philately é uma página não comercial e não oficial de divulgação da Filatelia Temática. É uma página aberta à filatelia no mundo. Este espaço também é seu. Colabore.


Topical Philately is a non commercial and non official home page to publish the Topical Philately. It is an international home page opened to the philately. This coin is also yours. We expect your collaboration.


Topical Philately est une page non commerciale et non officielle pour montrer la philatélie thématique. Elle est aussi une page ouverte à la philatélie internationale. Cet espace est aussi à vous. Nous attendons votre collaboration.

(c) Home page da Topical Philately – Divulgado na Rede a partir 01/VIII/2008.

(c) Petroleum: The Black Gold – Divulgado na Rede a partir 05/X/1996

(c) Nuclear Energy – Divulgado na Rede a partir 05/X/2007

(c) Earthquake – Divulgado na Rede a partir 21/IX/2009

(c) For Teacher  – Divulgado na Rede a partir 04/I/2011

(c) Bee – Divulgado na Rede a partir 22/IV/2012

(c) Lenin – Divulgado na Rede a partir 06/VI/2012

(c) Centauro – Divulgado na Rede a partir 17/IV/2013

(c) Filatelia Juvenil – Divulgado na Rede a partir 21/II/2014

(c) Matriusca – Divulgado na Rede a partir 08/IX/2015

Jun 20, 2019
>> Leia mais no Portal do Filatelista Temático <<
Jun 20, 2019
>> Leia mais no Portal do Filatelista Temático <<
Jun 19, 2019
>> Leia mais no Portal do Filatelista Temático <<
×
Mantenedor do Portal do Filatelista Temático
CARLOS DALMIRO SILVA SOARES é atuante filatelista temático (hobby que desenvolve desde a infância), jornalista filatélico, jurado FEBRAF, palestrante filatélico, bem como, coordenador da comissão para juventude da Federação Brasileira de Filatelia (FEBRAF), representando o país nas correlatas existentes na FIAF e na FIP. Coleciona os seguintes temas: petróleo, energia nuclear, terremoto, Lenim, Centauros e Orixás.

Esse artigo foi útil?

Obrigado Seu feedback ajuda-nos a melhor os serviços do Portal do Filatelista Temático!